Próximo Anterior

10 FILMES PARA TE INSPIRAR A VIAJAR

Fabricio Greca Brun Fabricio Greca Brun 24 novembro, 2016
filmes-cover

Existem duas certezas em nossas vidas: 1ª. O pão sempre vai cair com a manteiga virada pra baixo; 2ª. Não existe quem não gosta de filmes. E você já se perguntou por quê? Li uma matéria esses dias onde falava que o único vício do homem é querer, de alguma forma, escapar da realidade. Pode parecer meio Freudiano, mas depois que comecei a pensar sobre o assunto vi que em grande parte, isto é verdade e coincidentemente já responde minha própria pergunta que você leu na segunda linha desse texto.

Assistir a um filme não exige regra, etiqueta ou companhia, por mais que você esteja rodeado de pessoas, seu “pega” ou até mesmo seu irmão gêmeo univitelino que pensa igual você, a experiência de emergir na realidade de um filme é única para quem o vê. E sabe o que mais cabe perfeitamente nessa descrição? (Dica: leia o título). Sim, viajar e a sétima arte têm mais em comum do que você imagina e para te ajudar a entender melhor que diabos eu estou falando, aqui vão 10 películas para te fazer querer sair do conforto do seu edredom de pena de ganso e ir conhecer melhor o 3º planeta do Sistema Solar.

Na Natureza Selvagem (2007) 

Quem nunca teve vontade de largar tudo e ir em busca de uma aventura e descobrimento pessoal? Baseado no livro de John Krakauer, essa adaptação feita por Sean Penn nos faz achar (mesmo que por algumas horas) que a ideia de viver sozinho em uma cabana minúscula ao lado de um lago, plantar alguns feijões e pegar carona com desconhecidos parecer estranhamente sedutora. Esse filme, que já virou um cult, até hoje reúne fãs no ônibus onde o protagonista, Chris McCandless, viveu seus últimos minutos de vida. Assista com seu pai para ver se consegue convencê-lo a te dar a grana para fazer isso um dia.

Samsara (2011)

Eleito um dos filmes mais bonitos do mundo, Samsara pode ser descrito como o fluxo incessante de renascimentos através dos mundos. Esse documentário sem nenhuma narração ou fala, nos transporta para 25 países diferentes (o que durou 5 anos de produção), em cenários que variam de templos sagrados, zonas de conflito, complexos industriais, maravilhas naturais e cenas de tirar o fôlego, como a Dança das Mil Mãos. Descubra a beleza, diversidade e também crueldade da Humanidade. Bom de assistir sozinho e de preferência com o whatsapp desligado.

Diários de Uma Motocicleta (2004)

Você o conhece de inúmeras camisetas e pichações que representam a cara dos partidos revolucionários. O estudante de medicina que viajou por 8 meses ao lado de seu amigo pela América do Sul se redescobriu em sua jornada e graças à ela, se tornou uma das pessoas mais conhecidas do século 20 – isso é o que eu chamo de uma bela viagem! Esse incrível filme conta ainda com a direção do brasileiro Walter Salles. Muito bom para assistir com seus pais para que eles vejam que você também assiste filmes intelectuais, e não só os da Marvel. (Ps: o protagonista é Che Guevara)

A Vida Secreta de Walter Mitty (2013)

É um blockbuster, eu sei! Mas por alguma razão, esse filme faz com que nos coloquemos no lugar do personagem – um cara qualquer que vive sonhando acordado porque sua vida parece banal demais para tentar algo novo e ainda tem um amor não correspondido. Um filme que te deixa com vontade de conhecer a Groenlândia e Islândia com certeza merece uma atenção. Bem gostoso de ver num domingo de ressaca, porque não exige muita concentração.

A Viagem de Chihiro (2001)

A tradição cinematográfica japonesa pode não ser bem defasada nos leigos assinantes de Netflix, mas eles sabem fazer essa arte tão bem quanto qualquer estúdio de Hollywood. E caso você não saiba, animes são parte da cultura e trazem assuntos densos e psicológicos e se quiser conhecer o ganhador do Oscar desse gênero, essa linda história é a mais indicada. Num mundo de fantasias, demônios (não se assuste) e grandes aventuras, o mestre Hayao Miyazaki nos mostra a relação do ser humano com a natureza geralmente usando mulheres de personalidade forte e personagens de moralidade ambígua. Recomendado para qualquer companhia, especialmente aquele seu priminho que não larga do celular.

Viagem a Darjeeling (2007)

Se você é daqueles que pensa em lugares exóticos quando viaja, então esse filme do brilhante Wes Anderson deve, obrigatoriamente, estar na sua lista. Com cores marcantes, locais de filmagens lindos na Índia e uma parceria com a marca de luxo francesa Louis Vuitton para fazer as malas dos personagens (vale a pena pesquisar no Google), a obra mostra como uma viagem é capaz de dar um novo sentido a vida. Legal para assistir em família, já que não possui cenas de sexo.

Sem Destino (1969)

Como não falar desse filme que moldou gerações com seu grito de liberdade em uma época onde a sociedade era tão conservadora e preconceituosa? Rock n’ Roll, motos, estradas e dois amigos descobrindo um Estados Unidos alternativo e o abismo cultural existente nele. O filme é um movimento da contracultura desde seus figurinos, ritmo, dinamismo e, é claro, trilha sonora com o marcante “Born to Be Wild“. Assista com seu melhor amigo e fiquem sonhando em estar na pele de Peter Fonda e Dennis Hopper enquanto cantam juntos a música do filme.

 Antes do Amanhecer (1995)

Encontrar o amor da sua vida já deve ser algo emocionante, numa viagem à Viena então deve ser mais romântico ainda. Aquele clima de viajar livremente (e de forma barata) pela Europa, sem saber ao certo como será a próxima cidade dão a esse clássico da “Sessão da Tarde” um ar sutil e desapegado. Não preciso nem dizer com quem é bom assistir a um filme desses.

 Meia-Noite Em Paris (2011)

Daria para incluir vários filmes do Woody Allen nessa lista, mas eu fiquei o dia todo com a música Si Tu Vois Ma Mère do Sidney Bechet (a principal do filme) na cabeça e como é impossível não pensar na cidade que recebe mais turistas no mundo quando se fala em viagens, decidi dar a esse ganhador do Oscar um lugar ao Sol. O que faz esse filme ser tão especial são as viagens dentro dele mesmo, onde o protagonista conhece Paris em diversos tempos, o que torna muito difícil não se apaixonar por essa cidade. Veja com seu par romântico (se não tiver, uma panela de brigadeiro serve muito bem) e já vá separando as milhas e cupons de desconto nas companhias aéreas.

Os Doze Macacos (1996)

O cinema nos mostrou até onde vai a imaginação do ser humano e conseguiu transformar em realidade o que antes só era um sonho. E claro que não poderíamos deixar de citar esse tipo de viagem – a viagem no tempo. Quem nunca quis ter uma máquina do tempo e ter voltado e ganhado na Mega Sena, inventado o Facebook ou salvado a humanidade de uma doença letal? (Sim, isso foi um spoiler da trama). O filme é estrelado por um dos maiores influenciadores de ataques cardíacos em donas de casa, Brad Pitt, mas não espere vê-lo nos seus melhores dias. Se você é um geek, nerd ou só gosta desse tipo de filme, assista com quem compartilha da mesma esquisitice que você.

Alguns desses filmes não estão disponíveis no Netflix, então caso queira assistir, deixe um comentário que eu mando o link dele online e legendado pra você ou, melhor ainda, vá a uma locadora, alugue o filme e sinta aquela nostalgia de colocar um CD dentro do DVD. Espero que essas obras da sétima arte inspirem você do mesmo jeito que me inspiraram e te façam querer ser, viver, experimentar e crescer mais, pois como proferiu o grande primeiro-ministro do Reino Unido durante o reinado da Rainha Vitória, Benjamin Disraeli: a vida é muito curta para ser pequena!

 

Fabricio Greca Brun

Fabricio Greca Brun

Com apenas 23 anos, Fabrício já rodou mais de 30 países em 1 ano que passou na Europa. Amante de viagens e cinéfilo de carteirinha já cursou desde Engenharia Civil até cinema. Após morar esse tempo fora escreveu dois diários de viagens que incluem histórias, desenhos e mensagens de pessoas que o cruzaram em sua jornada. Quando pode, gosta de dar dicas a seus amigos, e quem mais quiser, sobre viagens, música e filmes.

Mais publicações de Fabricio Greca Brun

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *