Próximo Anterior

10 DICAS DE FERNANDO DE NORONHA

AdoroViajar

AdoroViajar

28 setembro, 2016
cover

Água cristalina, pedras, morro e mata. Não precisamos convencer ninguém que Fernando de Noronha é um dos lugares mais lindos do mundo, isso todo mundo já sabe. O que podemos fazer é contar para vocês tudo que sabemos e dar várias dicas legais para quem está pensando em ir!

Quando ir

De março a julho ocorrem as chuvas, de agosto a fevereiro o tempo é seco. Na baixa temporada, de abril a junho, a ilha está mais vazia e é possível pagar mais barato. Resumindo, se você quer pegar sol e curtir as piscinas naturais, a melhor época é de agosto a setembro. Se você quer aproveitar as ondas, vá de dezembro a março, quando o swell cria ondas ideais para o surf. Agora se o seu negócio é agito, você PRECISA passar o ano novo por lá, pelo menos uma vez na vida! Noronha recebe as festas de Réveillon mais procuradas do PLANETA, com muita bebida, comida boa, gente bonita e celebridades. As festas são super concorridas e possuem clientes cativos, muitos já reservam na virada a vaga para o próximo ano. Se você quer passar a virada de 2016/2017 em Noronha, clique aqui

O que fazer

Pôr do sol no Bar do Meio: nada melhor do que chegar em Noronha e ir admirar o primeiro pôr do sol na Praia do Meio. O bar possui um estilo lounge e tem uma vista linda da Praia da Conceição e da do Meio.

por-do-solPasseio de buggy: alugue um buggy e descubra a ilha do seu jeito. É uma boa opção para quem quer visitar muitas praias no mesmo dia. O buggy comporta no máximo 5 pessoas e é necessário ter a CNH.

buggy-noronha

Festival Gastronômico Zé Maria: o Festival acontece todas as quartas e sábados, em uma das pousadas mais famosas da ilha,  durante o ano todo. Um farto banquete é servido com dezenas de pratos como paella, peixes, camarões e outros frutos do mar, além de farofa de pão velho, arroz de jaca, carne, massas, saladas e comida japonesa, com peixes fresquinhos pescados pelo Zé Maria. Depois disso tudo ainda têm as sobremesas, que vão de tortas, bolos, musses, saladas de frutas e outras opções.

festival-gastronomico

Passeio de barco (Navi): para quem quer contemplar a vida marinha sem precisar mergulhar.  Esse barco lembra uma nave e tem capacidade para trinta pessoas. Com uma sacada diferente e com lente de aumento, é possível observar toda a biodiversidade de dentro do barco, como corais, peixes, tubarões, tartarugas marinhas e golfinhos. O barco também possibilita passeios noturnos, para quem gosta de uma programação mais ousada.

Passeio de barco para assistir ao pôr do sol: essa programação começa no porto e vai até a cacimba do padre. Existe a possibilidade de parada para mergulho na praia escolhida e está incluso: sushi, champagne e frutas! <3

Trilhas: alguns lugares de Fernando de Noronha só podem ser conhecidos através de trilhas, algumas são mais acessíveis e fáceis, outras mais compridas e exigem um bom preparo físico. Algumas piscinas naturais da ilha são restritas pelo ICMBio, então permitem o acesso de apenas um número limitado de pessoas e exigem a presença de um guia credenciado (ex: Atalaia Longa, Caieras, Capim Açu e Morro São José). As trilhas auto guiadas são gratuitas e não exigem que nenhum profissional te acompanhe.

trilhas

Curtir as praias: essa dica não podia faltar, obviamente. Fernando de Noronha possui diversas praias, algumas estão entre as mais bonitas do mundo e não é por menos! Não deixe de conhecer a Praia do Sancho, Baía do Sueste, Cacimba do Padre, Baía dos Porcos, Praia do Cachorro, Praia do Meio, Praia da Conceição, Praia do Leão, Praia do Porto Santo Antônio e Atalaia.

praia-do-sancho

Praia do Sancho

Vida noturna: o Bar do Cachorro é a pedida para quem quer curtir um forrózinho, funciona todas as quartas e sextas à 23:00. O Pico tem um samba famoso aos domingos e também é uma ótima opção para quem quer dançar e ter uma noite animada.

Onde comer: em Fernando de Noronha não falta opções, a maioria dos restaurantes são muito deliciosos! O Mergulhão tem o melhor pôr do sol e é perfeito para ficar no lounge comendo uns petiscos e tomando vinho branco. O Varanda serve uma paella incrível e um brownie branco delicioso. O Xica da Silva é um dos mais requisitados e não é muito barato, mas vale a pena. O baião de dois com carne de sol é um dos mais pedidos e é bem servido.

mergulhao

Mergulhão

Onde ficar: a ilha é conhecida por ser cara e não tão acessível, mas existem diversos tipos de pousadas, para todos os gostos e bolsos. Desde pousadas luxuosas a pousadas domiciliares, que são fonte de renda dos nativos.  Você pode se hospedar em uma pousada como a Pousada Cantinho Feliz, mais barata e ainda assim muito charmosa. A Pousada Da Praia Noronha oferece todo o conforto à beira mar, na Praia da Conceição. Ambiente natural, água cristalina, areia branca, vida marinha, esportes aquáticos, sombra e água fresca. O valor não é extorsivo e o lugar oferece toda a infraestrutura necessária. Se você estiver disposto a gastar mais, pode se hospedar na Pousada Maravilha e na Pousada Zé Maria e usufruir do luxo e do atendimento super exclusivo. Esses são só alguns exemplos de hotéis e pousadas, vale a pena pesquisar e ver qual é o melhor custo-benefício. Em breve faremos um post com um guia completo de hospedagem!

Gostaram das dicas?

Clique aqui e passe a virada nesse lugar incrível. <3

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *