Próximo Anterior

5 LUGARES NOVOS EM PARIS

Vicente Frare Vicente Frare 17 janeiro, 2017
Paris

Recentemente estive na Cidade da Luz e, apesar de já tê-la visitado em outras ocasiões, cada vez que ando pelas suas estreitas ruas, bairros artísticos e pessoas elegantes me deparo com uma metrópole em constante mudança. Portanto decidi escrever sobre alguns lugares que entraram no concorrido circuito de Paris – desde restaurantes a espaços públicos. On y va!!

La Canopée

Durante anos a região de Les Halles foi entrando em decadência, apesar de ser o centro nervoso do sistema de transporte de Paris. A zona era um labirinto de lojas, becos sem saída, escadarias e entradas para diversas linhas de metrô. Agora o lugar está mais bonito, limpo e com cara de civilizado. Um enorme telhado de aço e vidro, a Canopée cobre a entrada do centro comercial e o acesso ao sistema de transporte. De cima, a estrutura parece a carapaça de um besouro. Um  jardim ainda está em fase de construção e o antigo edifício circular da Bolsa de Paris está sendo transformado na galeria privada de François Pinault, dono do conglomerado de luxo Kehring.

La Canopée

La Canopée

Frenchie Bar à Vins

O restaurante Frenchie sempre foi concorrido e, mesmo depois de anos, continua sendo difícil fazer uma reserva para jantar ali. Para “desafogar” a lista de espera, foi aberto o Frenchie Bar à Vins, bem em frente. Não é preciso reservar e a comida é excelente. O segredo é chegar cedo para não ter que ficar na fila de espera. O cardápio é focado em ingrediente frescos, preparados na cozinha aberta, em frente aos clientes. Muito bom!

Frenchie Bar a Vins

Ober Mamma

Fora as hamburguerias, a nova febre em Paris é a culinária italiana e a mais concorrida das novas trattorias é a Ober Mamma, perto do Canal Saint-Martin. Com um cardápio cheio de iguarias vindas da Itália e um ambiente descontraído, não é de se impressionar com a quantidade de gente a esperar por uma mesa. Aqui também o segredo é chegar cedo, pois eles aderiram à nova moda de não aceitar reservas. Mas caso tenha que esperar, peça uma taça de vinho ou um drink para curtir ali na calçada, junto com outras dezenas de pessoas que estarão na mesma situação. Recomendo a mozzarella e a ricotta de entrada, as polpetas de prato principal e a pizza de Nutella de sobremesa.

Ober Mamma

La Philharmonie de Paris

O edifício novo da Orquestra Filarmônica de Paris, assinado pelo famoso arquiteto francês Jean Nouvel, parece uma enorme nave espacial orgânica. Com painéis metálicos que refletem a luz e escadarias e corredores que se fundem em curvas, é fácil se perder por ali. Mas não deixe de subir ao rooftop para ter uma das vistas mais bonitas do parque de La Villette e de um panorama de Paris que inclui a Torre Eiffel e a Catedral de Sacré-Coeur, em Montmartre. Se puder assistir a um espetáculo musical, melhor ainda, mas prefira os assentos em frente ao palco para melhor acústica.

La Philharmonie

Belle Maison

Quem gosta de peixes e frutos do mar vai adorar o Belle Maison, no burburinho de SoPi (South Pigalle). O novo restaurante, com dois andares e decoração primorosa, serve deliciosos pratos de camarões, mariscos, ostras, polvos e lulas. Os peixes são frescos e há sempre mais de uma opção de “peixe do dia”. Sugiro reservar com antecedência pois no Belle Maison as coisas são à l’ancienne. O jantar é melhor do que o almoço porque você pode emendar uma baladinha no Hôtel Grand Amour ou no La Fidélité.

Belle Maison

Não importa a época que se visita a encantadora capital francesa. Do clássico ao contemporâneo, analógico ao digital, Louvre ao Pompidou, Paris foi, é e sempre será uma vitrine para o mundo.

Vicente Frare

Vicente Frare

Vicente queria ser turista profissional desde criança. Para isso foi aprender idiomas, fez amigos ao redor do mundo através de cartas, os "pen-friends", e, assim que pode, mudou-se para a Suíça para estudar Hotelaria e Turismo. Passou 13 anos vivendo na Europa, Estados Unidos e Oriente Médio onde trabalhou em hotéis, restaurantes, agências de viagem e companhias aéreas. Fala 6 idiomas e se vira em outros cinco. Tem uma mala sempre pronta e nunca diz não para uma viagem, seja para onde for. Já passou por mais de 80 países. De volta ao Brasil, publicou diversos guias de viagem pela sua editora Pulp e agora se dedica ao site TravelVince, com dicas de viagem de grandes cidades ao redor do planeta. Gosta de carimbos no passaporte, de CrossFit e de ver o dia amanhecer.

Mais publicações de Vicente Frare

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *