Próximo Anterior

5 DICAS PARA COMER E SER FELIZ EM PORTLAND

Vicente Frare Vicente Frare 28 outubro, 2016
Portland

Portland é uma das capitais gastronômicas dos Estados Unidos. Por estar em meio à bonança agricultural do estado de Oregon, chefs se esbaldam com ingredientes frescos e de qualidade. Há também uma cultura gastronômica que estimula os pequenos restaurantes e faz dos chefs locais, celebridades nacionais. James Beard, fundador da homônima James Beard Foundation, responsável pela revolução da gastronomia nos EUA, é de Portland e, apesar de ter se mudado para Nova York há anos, ainda conta da influência da região em seu pensamento e filosofia. Então não pense duas vezes antes de passar por lá.

VOODOO DOUGHNUT

Mesmo quem é avesso a doces fica maravilhado com as cores, formas e tamanho dos doughnuts da Voodoo. Eles fazem parte da cidade, são vendidos em vários lugares, mas bacana mesmo é a Voodoo Doughnut One, no centro de Portland, que abre 24 horas por dia, todos os dias da semana, no caso de você acordar de madrugada com larica (lembrando que maconha é legalizada por lá). A fila já é divertida, o povo em volta meio louco (Portland é uma cidade “de loucos”) e turistas do mundo todo tirando foto com os doces giratórios. A caixa cor de rosa, para quem quer levar os quitutes para casa, é cobiçada pelas ruas da cidade.

PINE STREET MARKET

Aberto há pouco, na primavera de 2016, perto do Voodoo Doughnut One, esse edifício histórico foi reformado para abrigar um variado food hall com bares e restaurantes. Com uma atmosfera bem informal e mesas comunitárias, você encontra desde comida israelense, lamen japonês autêntico, tapas, café gourmet a um colorido display de sorvetes da Salt & Straw. Tem que passar por lá sem falta!

LE PIGEON

Talvez o mais recomendado dos restaurantes de Portland e um dos menores, abre apenas para o jantar. Se não conseguir reservar, a recomendação é chegar cedo, logo quando abre, às 5 da tarde, para tentar um lugar no balcão, que é para os walk-ins. De inspiração francesa e com um cardápio enxuto, o Pigeon arrasa, pois há sempre aquele toque local nas receitas, como um purê de abóbora, uma trufa com ricota, etc. Caso não role a reserva, o Petit Oiseau (Little Bird), no centro da cidade, é um pouco maior e do mesmo chef.

Pigeon

MEDITERRANEAN EXPLORATION COMPANY

O Pearl District é uma mina de bons restaurantes. Nos fins de tarde as ruas ficam bem animadas com o pessoal que sai dos escritórios e vai para o happy-hour. O Mediterranean Exploration Company tem mesinhas para fora e um salão bem bacana, com cadeiras no balcão também. O cardápio tem tudo de melhor que a região do Mar Mediterrâneo produz, da Espanha e França ao Líbano, Israel e Egito. É um daqueles lugares em que dá vontade de pedir simplesmente tudo o que tem no cardápio. De comer rezando.

MCMENAMINS KENNEDY SCHOOL

Um pouco afastada do centro, em Concordia, a McMenamins Kennedy School não tem nada a ver com uma escola. Na verdade já foi uma, mas hoje é um hotel, teatro, cinema, restaurante, bar e centro cultural. Tudo foi mantido como na época em que o antigo prédio tinha alunos e professores. Há quadros e fotos de Portland das antigas e é um lugar à la Portland, estranho mas bacana. O restaurante tem um daqueles cardápios bem variados, com saldas, pizzas, tacos e sanduíches. Há várias cervejas artesanais servidas como chopp e um clima diferente.

Vicente Frare

Vicente Frare

Vicente queria ser turista profissional desde criança. Para isso foi aprender idiomas, fez amigos ao redor do mundo através de cartas, os "pen-friends", e, assim que pode, mudou-se para a Suíça para estudar Hotelaria e Turismo. Passou 13 anos vivendo na Europa, Estados Unidos e Oriente Médio onde trabalhou em hotéis, restaurantes, agências de viagem e companhias aéreas. Fala 6 idiomas e se vira em outros cinco. Tem uma mala sempre pronta e nunca diz não para uma viagem, seja para onde for. Já passou por mais de 80 países. De volta ao Brasil, publicou diversos guias de viagem pela sua editora Pulp e agora se dedica ao site TravelVince, com dicas de viagem de grandes cidades ao redor do planeta. Gosta de carimbos no passaporte, de CrossFit e de ver o dia amanhecer.

Mais publicações de Vicente Frare

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *