Próximo Anterior

6 PASSEIOS IMPERDÍVEIS NO ATACAMA

Alessandro De Franceschi Alessandro De Franceschi 10 outubro, 2016
img_5253-1024x683

Recentemente estive no Deserto do Atacama, no Chile, e aqui estou para contar a minha lista dos passeios que você não pode deixar de fazer por lá. Antes de irmos para a lista propriamente dita, algumas informações úteis para sua viagem.

Como chegar

Para os seus passeios ao Deserto do Atacama, você quase certamente se hospedará em San Pedro de Atacama, um povoado muito bacana de 3000 habitantes. O jeito mais fácil de chegar a San Pedro é pelo aeroporto de Calama, que fica há aproximadamente 1 hora e 20 minutos de carro de San Pedro. De lá você pode contratar um transfer e já agendar para que a empresa pegue você no seu hotel para o voo de volta. Existem algumas empresas que oferecem esse transfer no próprio saguão do aeroporto de Calama e o preço é tabelado.

Onde ficar

Em San Pedro existem hospedagens para todos os gostos e bolsos, desde spas caríssimos até hostels baratíssimos. Esse assunto é extremamente pessoal, mas uma boa pesquisada pelos sites de reservas já vai fazer você ter uma noção das opções.

A rua principal de San Pedro de Atacama é a Caracoles, então tente ficar perto dela pois aqui estão as principais agências, bares, farmácias, restaurantes, etc.

Eu fiquei hospedado no Pat’ta Hoiri, um hotelzinho bem descente e que vale o preço que se paga. Não é uma opção das mais baratas, mas está longe de ser a mais cara.

img_4408-1024x683

Rua Caracoles

Quando ir

O Atacama é um destino que você pode visitar o ano inteiro. Raramente chove por lá, então chuva não é um problema. O único ponto a ser considerado é a amplitude térmica, ou seja, a diferença de temperatura durante o dia. No inverno essa amplitude é maior. Eu peguei – 13 e 20 graus no mesmo dia, ou seja, uma diferença de 33 graus em um único dia.

Os períodos do ano onde você não será tão afetado pela amplitude térmica é de março a maio e de setembro a novembro, portanto esses seriam os melhores meses para visitar o Deserto do Atacama.

Mas enfim, vamos à lista dos passeios imperdíveis por lá:

1. Valle de La Luna

Valle de la luna

O Valle de La Luna é um dos passeios mais tradicionais e mais próximos de San Pedro de Atacama, a cidade base para os seus passeios no deserto. Você pode fazer esse passeio por conta própria ou por agência (todas as agências de San Pedro oferecem esse passeio) e é recomendável que esse seja um dos primeiros passeios da sua viagem ao Atacama, já que você ainda estará se aclimatando à altitude.

O passeio começa com uma visita guiada ao parque, que fica dentro da Reserva Nacional Los Flamencos. Aqui, você visitará algumas formações rochosas interessantes e o visual é espetacular. No fim da tarde você vai até a Pedra do Coyote para assistir ao pôr do sol. Quando estive por lá era a primeira noite de lua cheia e o visual foi algo inesquecível (as fotos falam por si só).

2. Laguna Cejar e Tebenquiche

laguna cejar

Outro passeio tradicional no Atacama, a Laguna Cejar e Tebenquiche são lagunas de sal que ficam igualmente próximas a San Pedro. Aqui você terá a oportunidade de tomar um banho em uma das lagoas, que possui concentração de sal 200 vezes maior do que o oceano, ou seja, boa sorte em tentar afundar por aqui. E também pode encontrar flamingos (não tive essa sorte por lá).

3. Lagunas Altiplânicas

Flamingo

Um dos meus passeios preferidos por lá e também um dos 4 mais tradicionais do Atacama. O passeio às lagunas altiplânicas é também um dos mais distantes de San Pedro, mas certamente a distância compensa. É nesse passeio que você terá o maior encontro com os flamingos, além de poder ver paisagens espetaculares.

O passeio inicia logo cedo pela manhã, onde você irá se dirigir até às Lagunas Miscante e Miñiques. O caminho até lá é surreal, pois a topografia do altiplano é algo que você dificilmente tenha visto na sua vida. Chegando lá as lagunas também não decepcionam.

Depois de passar pelas lagunas Miscante e Miñiques você vai até a Laguna Chaxa, onde os flamingos estarão desfilando na sua cara :).

4. Geysers del Tatio

img_4974-1024x683

O último dos 4 mais tradicionais e também um dos mais sofridos. E foi sofrido porque peguei uma temperatura de -13 graus, e -13 graus é desumano. Preciso dizer que nem sempre é assim, pois no verão a temperatura é bem mais amena.

Feita a ressalva do frio, o passeio em si é sensacional. Você sai muito cedo de San Pedro (entre 4 e 6 da manhã dependendo da época do ano), pois é antes do sol nascer que os Geysers são mais ativos. Chegando lá, você faz uma visita contemplativa dos geysers que estarão certamente em atividade e expelindo água e vapor do solo.

Conforme o sol vai nascendo a paisagem vai ficando ainda mais bonita e também a temperatura vai ficando mais agradável. Após a visita você tem a possibilidade de nadar em uma piscina termal que fica logo ao lado do campo dos geysers. Geralmente, em razão do horário cedo que você sai de San Pedro, as agências incluem o café-da-manhã, que geralmente acontece depois do banho na piscina termal.

5. Tour Astronômico

Não sei se você sabe, mas o Atacama é um dos melhores lugares do mundo para observar as estrelas, e isso se dá não apenas pelo fato de raramente você ter uma nuvem no céu, mas também pela ausência de umidade, o que permite que você tenha uma visão ainda mais cristalina e sem deformidades. Além disso, a pouca luz no deserto vai fazer você ver um céu que nunca viu antes.

Inúmeras agências oferecem passeios de observação astronômica, e a mais conhecida delas é a Space Obs.

6. Salar de Tara

Salar de Tara

O passeio ao Salar de Tara é também um dos mais distantes de San Pedro e também onde você atingirá provavelmente a maior altitude, pois você chega ao 4.800 metros. Aqui você não passará tanto frio como nos geysers, mas vá preparado para temperaturas baixas.

O passeio começa cedo pela manhã, saindo de San Pedro. No meio do caminho as agências param em um ponto da estrada onde é servido o café-da-manhã (praticamente todas as agências oferecem café). Depois, você vai dirigir deserto a dentro e observar as estranhas formações rochosas do caminho.

O ponto alto do passeio é numa laguna espetacular e com bastante vida selvagem. Com sorte você observará flamingos por aqui também.

Bônus: Travessia ao Salar de Uyuny

salar-do-uyuniAh, quem não gosta de um bônus! Além dos passeios acima existe também a possibilidade de fazer uma travessia de 3 ou 4 dias até o Salar de Uyuny, na Bolívia. Infelizmente não tive tempo para fazer esse trajeto, mas as pessoas com quem conversei disseram que é melhor do que qualquer passeio que você faz no Deserto do Atacama.

Praticamente todas as agências de San Pedro oferecem essa travessia, mas vale ficar de olho na reputação e no carro que será utilizado, pois se o carro estragar ou você sofrer um acidente, o barato poderá sair bem caro.

Deu vontade de ir para o Atacama? Clique aqui e conheça o roteiro Réveillon – Deserto do Atacama do AdoroViajar :)!

Alessandro De Franceschi

Alessandro De Franceschi

Alessandro é de Porto Alegre, tem 31 anos, e trabalha (como advogado) para viajar. Aos 9 anos, fez uma viagem de carro (calma, não foi ele quem dirigiu) do Rio de Janeiro à Porto Alegre e pegou gosto pela estrada. Aos 11 anos, saiu pela primeira vez do Brasil e desde então já visitou 27 países, 4 continentes e 14 estados brasileiros. Aficionado por aventura, procura sempre destinos e atividades que o tirem de sua zona de conforto. Ao longo dos anos, encontrou na fotografia de viagem um jeito de expressar e compartilhar suas experiências nem sempre convencionais. Acredita que viajar faz de você uma pessoa melhor e que, assim como na vida, as grandes experiências de uma viagem acontecem durante a sua jornada (it’s about the journey, not the destination).

Mais publicações de Alessandro De Franceschi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *