Próximo Anterior

EXPLORANDO O PERU PELA PRIMEIRA VEZ

AdoroViajar

AdoroViajar

20 setembro, 2016
peru

Peru é o destino da vez, principalmente para os brasileiros, que estão tão perto e conseguem visitar esse país gastando relativamente pouco. Em um só lugar, você encontra atrações turísticas e resquícios das civilização mais antiga da América do Sul, relíquias da cultura espanhola e uma das melhores culinárias do mundo! Vamos mostrar para você uma opção de roteiro e sugestões para turistas de primeira viagem, que querem conhecer os principais pontos turísticos e não sabem por onde começar. 

Primeira viagem ao Peru

Lima

A capital peruana é cheia de atrações e você pode conhecer todos os pontos turísticos por conta própria, pois o transporte (táxi) é barato e atende bem a necessidade dos turistas. Em 4 dias você consegue aproveitar a cidade e conhecer os principais atrativos, não deixe de experimentar o ceviche peruano (peixe cru marinado em limão, temperado com cebola roxa, coentro e pimenta vermelha). Se você tiver tempo sobrando, aproveite e faça um bate-volta até Caral, uma civilização com mais de cinco mil anos, a mais antiga da América!

Cusco

Mesmo que seja um lugar bem procurado por turistas e que muitos brasileiros já tenham visitado, nenhuma fotografia que você já viu por aí consegue descrever a beleza real do lugar. Você irá encontrar muitos sítios arqueológicos, cultura de povos antigos, muita história e construções incas, é um passeio de volta ao passado. Um dos lugares mais interessantes e bonitos que você irá conhecer na vida. O ideal é passar pelo menos 5 dias na região, pois Cusco será a base para outros passeios, como o Vale Sagrado e Macchu Picchu. Se você tiver mais tempo, aproveite para conhecer Pukapukara e Tambomachay. A ruína de Pukapukara, está localizada no topo da estrada para Pisac, a cerca de 7 km da cidade de Cusco. Apenas 600 metros depois, fica Tambomachay, onde acontece o Banho Inca. Fique preparado para ver muitas lhamas durante o passeio! <3

cusco

lhamas

Vale Sagrado

O Vale Sagrado dos Incas fica nos andes peruano e está composto por vários rios e pequenos vales, possui inúmeros monumentos arqueológicos e povoados indígenas. As principais cidades do Valle Sagrado são: Pisac, Ollantaytambo, Maras, Moray, Chinchero, Tipón, Urubamba, além de Andahuaylillas e Calca. Várias cidades e vilarejos próximos a Cusco são consideradas parte do Valle Sagrado, pois os Incas dominaram fortemente essa região e deixaram muitas ruínas por lá. Esse vale foi de grande importância para os Incas, devido a localização geográfica e clima da região. Pela riqueza dessas terras, foi um dos principais pontos de produção do melhor grão de milho do Peru.

vale-sagrado

Águas Calientes

Todo mundo que quiser chegar em Machu Picchu irá conhecer esse pequeno povoado, algumas pessoas inclusive optam passar uma noite por lá, para facilitar o passeio no dia seguinte. O vilarejo possui apenas 1.600 habitantes e vive exclusivamente de turismo. A linha do trem é a única comunicação com o resto do mundo e o povoado se desenvolveu em torno dela. Ficar uma noite em Águas é a melhor opção para quem quer conhecer Machu Picchu com calma, sem pegar os horários de pico junto com as pessoas que estão fazendo bate-volta, ainda aproveita que está perto para curtir o pôr e o nascer do sol na cidade inca.

aguas-calientes

Machu Picchu

Uma das Maravilhas do mundo moderno, um lugar impressionante que com certeza está na lista dos lugares que você precisa conhecer! O sítio arqueológico está a  2.450 metros acima do nível do mar e foi povoado entre os anos de 1450 a 1540. As famílias deixaram o local antes da chegada dos espanhóis. Algumas das pedras que foram usadas para a construção da cidade chegam a pesar 20 toneladas e o encaixe das paredes é perfeito! Um fato que torna tudo isso ainda mais curioso é saber que os homens tinham em média 1,55 metros e as mulheres 1,25, deixando muitas dúvidas sobre a origem dessa cidade.

peru

Huayna Picchu

Huayna Picchu é aquele pico que fica ali atrás da cidade inca, aquele ali mais alto, do lado direito da lhama. Ele faz parte da paisagem e de todos os cartões postais de Machu Picchu, mas subir até o topo dele não é para qualquer um! O acesso a esse passeio não está incluído no seu ingresso para Machu Picchu e o governo peruano limitou o acesso a 400 pessoas por dia, em dois horários diferentes, então se você planeja fazer essa caminhada precisa se programar pelo menos com um mês de antecedência. O primeiro turno, para 200 pessoas, é das 7h00 às 8h00 e o segundo turno é das 10h00 às 11h00. Se chegar atrasado, simplesmente não entra, por isso convém passar a noite anterior em Águas Calientes em vez de Cusco. O passeio completo demora em torno de 3 horas, a vista não é a mais bonita do local e a subida é íngreme, deixando até atletas exaustos. Por isso, sugerimos a subida apenas aos apaixonados por aventuras!

huayna-picchu

Culinária Peruana

A culinária típica do Peru vem ganhando espaço no cenário gastronômico nos últimos anos. Graças ao seu território e localização geográfica, com grande variação de altitudes e climas, o Peru também abriga uma ampla gama de ingredientes. A melhor forma de mergulhar na cultura de um lugar é conhecendo sua culinária local, então aproveite que você está no Peru e se delicie com os aromas e com a variedade de ingredientes de uma das melhores gastronomias do mundo. Pimenta, batata doce, grãos e peixes são ingredientes fundamentais e estão presentes em quase todos os pratos! Quando pensamos em culinária peruana, o primeiro prato que nos vem a cabeça é o Ceviche, um prato feito com limão, cebola roxa, batata doce, milho, pimenta e peixe. O prato é servido em praticamente todos os restaurantes, mas não é o único que existe, então tente explorar.

ceviche

Seja para turistas de primeira viagem, casais, famílias ou mochileiros, é inegável que o Peru é um país incrível que merece ser visitado. Se você já foi e tem dicas diferentes para a gente, deixe um comentário e divide aqui o seu roteiro!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *